search engine by freefind advanced
 
     
  Home  
  Contato  
  Adestramento  
  Agility  
  Cães Famosos  
  Classificados  
  Curiosidades  
  Depoimentos Raças  
  Dicas  
  Editorial  
  Galeria de Fotos  
  Homenagens  
  Links  
  Nomes de Cães  
  Raças  
  Reportagens  
  Vídeos  
     
     
     
 
 
O PASTOR DE SHETLAND
por Ricardo Zanini
 
MATÉRIA PUBLICADA EM 15/12/2011
 
 

A história do Pastor de Shetland é fascinante e cercada de controvérsias e suposições. Há muitas versões de como a raça evoluiu até então, mas, por falta de documentações, pouco se sabe realmente sobre sua história até o final do século XIX.

 

As Ilhas de Shetland, de onde a raça é originária, localizam-se no Reino Unido, entre a Escócia e a Noruega. O clima rigoroso e as incessantes tempestades que varrem o norte do Oceano Atlântico comprometiam bastante a vegetação e, consequentemente, as condições de sobrevivência dos animais da região. Em razão disso, os nativos tiveram que começar a criar animais de menor porte.

 

Os pôneis e pequenas ovelhas e bovinos, tão necessários à subsistência dos moradores das ilhas, adaptaram-se perfeitamente ao ambiente, pastando livremente, enquanto as escassas plantações existentes eram protegidas por muros nas pequenas fazendas. Contudo, esses dois meios de sobrevivência constantemente entravam em conflito quando os ágeis animais pulavam esses muros de pedra e destruíam as lavouras.

 

Na metade do século XIX, os habitantes das ilhas começaram a criar cães pequenos e ágeis, chamados de toonies, palavra derivada do norueguês toon, que identifica as pequenas fazendas das Ilhas de Shetland. Esses cães eram criados para manter os pôneis e as ovelhas longe das terras cultivadas. Pouco se sabe sobre os ancestrais desses cães. Entre as prováveis raças envolvidas nos cruzamentos citadas pelos historiadores estão pastores maiores já existentes nas Ilhas de Shetland, Collie, Border Collie e o Yakki Islandês (raça não mais reconhecida).

 

Atividades turísticas foram muito relevantes para a economia das ilhas no decorrer do século XIX. Uma das coisas que os nativos podiam vender aos turistas eram seus pequenos cães. Tal prática ocasionou uma grande debandada dos cães da região, fazendo com que, por volta de 1890, a raça original começasse a desaparecer. A fim de evitar maiores problemas, cruzamentos com pequenos Collies foram realizados, aumentando um pouco o tamanho dos cães, que passaram a ser denominados de Shetland Collies. No ano de 1909, o Shetland Collie foi oficialmente reconhecido pelo The Kennel Club da Inglaterra e manteve esse nome até 1914, quando passou a ser chamado de Shetland Sheepdog.

 
Características Físicas
 

O Pastor de Shetland (Shetland Sheepdog, ou Sheltie, como é carinhosamente conhecido) se destaca por sua beleza. Uns dizem se tratar de uma miniatura perfeita do Collie de pelo longo, razão pela qual frequentemente são chamados de mini-Collies. Mas uma comparação mais detalhada entre ambas as raças revela algumas diferenças,seja na aparência, seja no temperamento.

 

É um cão pequeno, contudo forte e ágil, com uma longa cabeça em formato de cunha. Seu pelo é longo e espesso, com subpelo macio. As pernas e o rabo comprido são eriçados; já a pelagem da face e das patas é macia. Os olhos são amendoados e em geral escuros,exceto dos animais de pelagem azul merle, que podem ter olhos azuis. A expressão deve ser alerta, gentil, questionadora e inteligente. O nariz preto, a mordedura em forma de tesoura e as orelhas pequenas, flexíveis e expressivas, com as pontas dobradas para a frente.

 

É possível dizer que seu tamanho é ideal, visto que não é tão pequeno a ponto de não conseguir acompanhar seu dono em caminhadas. Ao mesmo tempo, pode perfeitamente ser carregado no colo em casos de emergência ou necessidade.

 
Temperamento
 

É um companheiro excelente, com temperamento gentil, sensível, leal e delicado. O Pastor de Shetland é uma das raças mais espertas, sempre disposta a agradar e obedecer.

 

É muito inteligente e não precisa de uma extensa educação para compreender o que se espera dele e para se comportar de modo digno. Stanley Coren, psicólogo canadense, classifica a raça como a sexta mais inteligente entre 171 outras raças. Em seu livro “A inteligência dos cães”, o Collie ficou em 16.º lugar. Tudo nele parece natural, dando-lhe muito encanto. Bastante apegado ao dono, observa-o e ouve-o com atenção, obedecendo-lhe espontaneamente. Porém não é um cão servil. Possuidor de grande personalidade, sabe manifestá-la sem se opor ao dono sistematicamente.

 

O contato com as pessoas da família é muito mais importante para um Sheltie do que qualquer outra coisa, incluindo a necessidade de exercícios. Em razão disso, é um excelente companheiro tanto para idosos, que necessitam mais de um companheiro, quanto para crianças, as quais exigem do animal maior esforço para acompanhá-las em suas brincadeiras.

 

Tem a tendência de ser desconfiado com estranhos, mas não é violento e nem tende a ser muito tímido.

 

É bastante vigoroso, inteligente e, consequentemente, de fácil treinamento, motivo pelo qual se destaca muito em competições de agility.

 
 
Copyright © Ricardo Zanini

 
Ricardo Zanini
(11) 9261-9983
www.treinamentodecaes.com.br
www.elencoanimal.com.br
 

Ricardo Zanini atua na área de adestramento de cães desde 1995!

 

Participou de vários campeonatos da raça pastor alemão conquistando os campeonatos; brasileiro, paulista, sudeste.

 

Participou de vários campeonatos de agility, conquistando por duas vezes o titulo de vice-campeão paulista 2002 e 2003, e foi um dos integrantes da equipe brasileira de agility no Campeonato Mundial da França 2004.

 

Escreveu vários artigos sobre adestramento e comportamento canino em diversas revistas especializadas de cães.

 

É criador de cães das raças: Border Collie, Pastor de Shetland e Spitz Alemão.

 

 
 

Copyright © 2002-2010 CaesPastores.com . Todos os direitos reservados